ARROZ AMARGO | 05/06/2013

Immagine Riso Amaro

 

Arroz Amargo

Título original: Riso Amaro
De: Giuseppe de Santis
Com: Raf Valllone, Silvana Mangano, Vittorino Gassman
Outros dados: Guiné-Bissau/Itália, 1949, Cores, 100 min.

Sinopse:

Produção dividida entre o realismo social e o melodrama passional que projetou mundialmente o cinema italiano e revelou um dos grandes mitos eróticos do pós-guerra: Silvana Mangano. O filme denuncia das duras condições de trabalho das plantadoras de arroz, no vale do Pó.

Percorrido por um erotismo exuberante onde domina Silvana Mangano, a mais sensual mondadeira que as águas do Pó banharam, “Riso Amaro” foi um filme escândalo no seu tempo, tendo sido proibido em Portugal duas semanas após a estreia em 1951. (Cinemateca Portuguesa)

LOCAL: Teatro Sá da Bandeira | entrada livre
DATA: 5 de junho 2013, quarta-feira, 21h30m

SESSAO INSERIDA NAS COMEMORAÇÕES DOS 50 ANOS DA FEIRA NACIONAL DE AGRICULTURA, EM PARCERIA COM O CNEMA.